As perdas de julho – João Ubaldo Ribeiro.

O mês de julho foi bem triste para a literatura nacional. Em seis dias, perdemos três grandes escritores: João Ubaldo Ribeiro, no dia 18, Rubem Alves, um dia depois, e Ariano Suassuna, no dia 23. Todos eles eram porta-vozes da cultura brasileira e suas obras são legados preciosos para o país. O is2books preparou três posts para relembrar a história de cada um desses homens que nos deixaram.

O primeiro post você pode conferir abaixo.

João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro

Fonte: onordeste.com

Baiano, nascido na Ilha de Itaparica, no dia 23 de janeiro de 1941. João Ubaldo Ribeiro passou a infância em Aracaju, Sergipe, com os pais e os dois irmãos mais novos, Sonia Maria e Manoel. Filho de pai professor, logo foi alfabetizado e começou os estudos. Em 1948, ingressou no Instituto Ipiranga e, desde então, estudou com afinco para ser sempre o primeiro de sua classe. Lia bastante e passava muitas horas na biblioteca de sua casa.

Em 1951, entrou no Colégio Estadual de Sergipe. Durante esse período, seu pai, que era chefe da Polícia Militar, começou a sofrer perseguições políticas, e toda a família teve que se mudar para Salvador. Dando continuidade aos estudos, começou a trabalhar como repórter no Jornal da Bahia, em 1957. No ano seguinte, João Ubaldo Ribeiro se matriculou no curso de direito da Universidade da Bahia.

O primeiro romance só veio em 1968, Setembro não faz sentido. A partir daí, sua carreira deslanchou. Escreveu mais mais nove romances, entre eles os aclamados Sargento Getúlio, vencedor do Prêmio Jabuti na categoria Revelação de autor, em 1972, e Viva o povo brasileiro, na categoria Melhor Romance, em 1984. Também escreveu contos, crônicas, ensaios e literatura infantojuvenil.

Em 2008, ganhou um dos maiores prêmios literários do mundo, o Prêmio Camões, dado a escritores que tenham contribuído com o enriquecimento da língua e cultura portuguesas.

João Ubaldo Ribeiro ocupava a cadeira de número 34 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ele faleceu no dia 18 de julho deste ano, aos 73 anos, em decorrência de uma embolia pulmonar. Deixou esposa e quatro filhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s